Toda vez que me lembro de você, sinto o amor invadir meu coração!

Toda vez que me lembro de você
Sinto o amor invadir meu coração.

Eu possuo lembranças dos momentos
que vivemos e que vamos viver mais
meu amor por você não se desfaz
já faz parte de todos pensamentos.
Fiz exames e vi que os batimentos
aceleram em forma de paixão
ultrapassam a contagem de um milhão
quando chega a hora de te ver
Toda vez que me lembro de você
Sinto o amor invadir meu coração.

Mote e Glosa: João Igor

Soneto das Mães

O poeta guardou para as mães uma pequena homenagem. Feliz dias das Mães!

SONETO DAS MÃES – JOÃO IGOR

Deus criou do amor a criatura
De bondade encheu seu coração
Seu carinho, amor, compreensão
Por um filho enfrenta e faz loucura.

O seu colo aquece e acalma
E é normal toda a preocupação
Transparece riqueza em sua alma
Muitas vezes, sem ter nenhum tostão.

Nesta data, estás sendo lembrada
Mesmo assim já estás acostumada
Em ser mãe, acha tudo natural…

…Mas tua fibra, tua força e coragem
Calcifica de vez a sua imagem
Lhe tornando um ser ESPECIAL.

Homenagem as Mulheres – João Igor

Mulher fonte de doçura

E também de inspiração

Traz no ventre a missão

De formamos criatura.

Pureza e formosura

Tanta sensibilidade

Carinho, amor, vaidade,

Fibra, determinação

Mulher tu és a razão

Do viver da humanidade.

 

A sua fragilidade

Nunca quis dizer fraqueza,

Pois mulher, tu tens grandeza,

Caráter e simplicidade.

Chora, rir, sente saudade,

Ama e quer ser amada

Mesmo quando é magoada

Consegue se reerguer

É um exemplo de viver

Que por mim é retratada.

 

Não por ser 08 de março

Que recebe essa homenagem

É por ter garra e coragem

De conquistar seu espaço

Mais forte do que o aço

Brilha quão constelação

Quando explode, é um vulcão.

Mesmo assim o homem quer

É tão linda, ela, mulher,

Dentro de um coração.

 

 

Homenagem as Mulheres – João Igor

08/03/2014

Continuar lendo

Soneto da Saudade

Seu cheiro no travesseiro
na cama, um lugar vazio.
Lembranças o tempo inteiro,
presas em um desafio.

A voz que lhe encantava
não tem mesma rigidez.
Os versos que recitava
perderam-se todos de vez.

O teto já desabou
paredes, nada ficou.
Tudo isso foi ao chão.

Mesmo sem anestesia
tu fizeste uma cirurgia
e levou meu coração.

João Igor

sol

VEJO O SOL SE ESCONDENDO
ATRÁS DE UMA NUVEM CINZA
PARECE SUJA, RANZINZA
OU QUE ESTÁ O DEFENDENDO.
SE PONDO, ELE VAI DESCENDO
PARA DEBAIXO DO MAR
PRA BEM CEDO LEVANTAR
TRAZENDO MUITA ALEGRIA
DESEJANDO UM BOM DIA
PARA QUEM VAI TRABALHAR.

JOÃO IGOR

Retorno

Aos leitores e fãs da poesia
Deixo aqui meu recado saliente
Hoje volto e postar o bom repente
Seja tarde, de noite ou de dia.
Com tamanha e imensa alegria
e comentários abertos a sugestões.
Esses versos que tocam os corações
nunca mentem, só dizem as verdades
estou de volta, morrendo de saudades
pra falar de amor e de paixões.

João Igor

Retornando ao Blog

Eu não vou mais atrás do seu amor
sinto muito, dessa vez, eu nada fiz
você tem que enxergar o seu nariz
pra poder duvidar do meu amor.
Não espere que eu peça por favor
pra você, poder retornar pra mim
e lhe digo se esse for o fim
a culpada de tudo foi você
se afastastes de mim pra me perder
sem saber que doía tanto assim.

João Igor

Curtam, compartilhem, postem.